Os aumentos sucessivos no preço do diesel estão destinando a preocupação da gestão de frotas diretamente no consumo de combustível. A alta dos valores tem sido impulsionada pela desvalorização da moeda, deixando a conta mais cara para consumidores finais, e claro, para quem trabalha com transporte e logística.

Com o acumulado deste ano crescendo, a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (ANTC) afirmou que a inflação setorial já ultrapassa os 30% nos últimos meses e que o setor está bastante prejudicado com as altas nos preços dos combustíveis. Além disso, a associação também orientou seus associados com algumas medidas que podem auxiliar a diminuir os prejuízos para compensar os custos com diesel:

– Buscar adequar os prazos para o pagamento de serviços aos ciclos financeiros;

– Incorporar o custo real de seus financiamentos na formação dos preços;

– Incluir, nos contratos de prestação de serviços, cláusulas prevendo a recomposição imediata das tarifas conforme a variação atual do preço do diesel e as próximas que venham a acontecer.

 

Estas ações podem auxiliar a gestão administrativa e comercial a ter respaldo com seus clientes e fornecedores quanto aos custos com combustível. Mas e com a frota? É possível economizar diesel? 

A gente dá algumas dicas para otimizar o consumo:

– Calcular o consumo de combustível

Existem softwares de gestão que fazem o cálculo, sempre essencial para entender o consumo por veículo. Para calcular a média em quilômetros, basta dividir os quilômetros percorridos pela quantidade de litros que a bomba marca no abastecimento (com o tanque baixo).

 

– Planejamento de rotas

Existem, no mercado digital, gerenciadores de rotas (roteirizadores), que com o auxílio de banco de dados, traçam o caminho considerando diversas variáveis, como o horário em que cada cliente prefere receber as cargas, os picos de congestionamento das ruas e até mesmo as paradas obrigatórias que precisam ser feitas pelo condutor em sua jornada de trabalho.

 

– Orientação a motoristas

Quando você reforça com o motorista que é necessária uma direção menos agressiva, atenciosa e de acordo com as leis, é possível dedicar parte do seu tempo para os demais KPI’s da gestão de frota. Relembre à sua equipe que a aceleração e a frenagem do caminhão provocam esforço e desgaste dos componentes do motor, aumentando o consumo de combustível.  Além disso, nunca permita sair da garagem transportando excesso de peso, que além de levar a possíveis multas, pode exigir demais do motor, também elevando o consumo de diesel.

 

– Realize Manutenções de acordo com seu planejamento

As manutenções Preditivas e Preventivas são fundamentais para garantir o bom funcionamento e integridade dos veículos, já que ao transitar com defeitos podem também provocar um consumo maior de combustível.

 

– Utilize Gerenciamento de Consumo Inteligente

Invista em um gerenciamento confiável de controle de abastecimento. O CTA Smart é uma opção segura para um sistema para gestão de combustível eficaz. Com ele, você consegue realizar o controle de abastecimento. Instalamos nossa solução em sua(s) bomba(s) e você mesmo, de onde estiver, tem acesso aos dados de liberação para cada veículo ou motorista. Ainda, você exporta dados de consumo, planilhas que mensuram quanto cada caminhão gasta e quanto sua frota gasta no total.

 

Mais do que nunca é tempo de investir em tecnologias que auxiliem na sua gestão. Você pode fazer uma estimativa de consumo de combustível em cada veículo, comparar gastos em cada tipo de veículo e rotas, e assim fazer o seu planejamento de ação para diminuir ainda mais os custos com abastecimento.

marketing CTA SMART
Coo