Como reduzir o desgaste dos pneus da frota de caminhões

Preservar o bom estado dos pneus da frota de caminhões, assim como reduzir o desgaste inerente ao dia a dia, é um dos desafios para gestores de frotas.

O manuseio correto e manutenção adequada dos pneus da frota de caminhões é um tema de grande importância para as empresas de transporte, uma vez que podem representar grandes benefícios, como a redução de custos, melhor eficiência dos veículos e a preservar a segurança nas estradas. 

A gestão dos pneus na sua frota de caminhões envolve diversos cuidados que podem passar por manutenções preventivas, a checagem regular da pressão, alinhamento e balanceamento dos pneus, observar o desgaste do material além do treinamento adequado para que os motoristas consigam dirigir de forma segura para evitar acidentes.

Com uma gestão adequada, é possível aumentar a vida útil dos pneus, diminuir a necessidade de reparos e aumentar a segurança para evitar acidentes. Além disso, a manutenção correta dos pneus pode ajudar a reduzir os gastos com manutenção da frota, que estão entre os mais elevados das empresas de transporte.

Dicas para reduzir o desgaste dos pneus

Ter os pneus em condições ideais de funcionamento além de proporcionarem maior segurança para os motoristas, também ajudam a evitar outros problemas nos caminhões, sendo responsáveis também pelo consumo de combustível, tendo em vista que o veículo irá funcionar sem que seja exposto a um desgaste extra.

Veja a seguir algumas dicas sobre como conservar os pneus da sua frota de caminhões.

Faça a calibragem regularmente

Para otimizar o desempenho dos pneus e máximo proveito, é necessário ajustar a pressão deles semanalmente, fazendo a calibragem de acordo com as orientações fornecidas pelo fabricante.

Quando utilizamos uma quantidade insuficiente de ar, existe a possibilidade de ocorrerem diversos problemas com os veículos, como por exemplo dificuldade no manuseio da direção, aumento do consumo de combustível e aceleração do processo de desgaste dos pneus.

Por outro lado, uma pressão excessiva também contribui para o desgaste acentuado no centro da banda de rodagem, devido à maior pressão exercida nessa área, e pode levar à perda de estabilidade em curvas, em decorrência da diminuição da área de contato com a superfície da estrada.

Implemente o rodízio de pneus

Utilizar o rodízio dos pneus em um caminhão agrega duas grandes vantagens: a otimização da durabilidade e proporcionar maior estabilidade do veículo, especialmente no momento de fazer curvas e frear.

Naturalmente, os pneus sofrem com o desgaste conforme o seu uso, sendo assim, realizar uma troca por outro em melhor estado é indicado quando a parte da banda de rodagem apresenta sinais de corrosão, devido ao atrito.

A deterioração pode ocorrer de maneira uniforme, muito em decorrência das irregularidades nas rodovias e justamente essa discrepância que justifica a realização do rodízio, equilibrando assim o desgaste.

Mantenha as boas práticas de direção

Adotar as boas práticas de uma direção responsável, se atentando para os limites de velocidade e a mantendo de forma moderada, contribui para a longevidade dos pneus. 

Essa precaução também desempenha um papel crucial na promoção da segurança nas estradas, proporcionando estabilidade ao veículo. Contudo, manobras perigosas de frenagem e curvas em alta velocidade, além de colocarem em risco os motoristas, também forçam os pneus a entrarem em atrito com o asfalto de uma forma agressiva, levando eles assim ao desgaste prematuro.

Tenha em mente que a forma como você dirige tem o impacto direto na durabilidade dos pneus e outros componentes do seu caminhão.

É sempre bom conferir as leis e boas práticas de trânsito em vigência.

Planeje a rota com atenção

Quando motoristas de caminhão trafegam por rodovias que não estão em boas condições, isso aumenta o desgaste dos pneus.

Conforme as estradas apresentam buracos, o atrito nas rodas do veículo se torna maior, além do risco a outros componentes como a suspensão e o risco de acidentes.

Além disso, a qualidade do asfalto é outro ponto a se considerar quando estamos dirigindo, pois a má qualidade provoca maior atrito.

Sendo assim, caso seja possível, considere as condições da estrada e veja se é mais vantajoso uma rota alternativa em prol de uma rodovia que esteja em boas condições.

Utilize pneus do mesmo tipo

Por incrível que pareça, por muitas vezes esse ponto passa despercebido por motoristas e gestores de frotas, mesmo sendo de suma importância para a prevenção e evitar o desgaste dos pneus. 

Dessa forma, sempre que for necessário fazer a substituição de um dos pneus, opte por um modelo da mesma marca, garantindo assim a estabilidade do eixo.

Caso você considere isso como uma questão que não seja prejudicial para o seu veículo, é importante saber que pneus de marcas diferentes podem resultar em uma discrepância leve no veículo, tornando assim mais prudente manter a uniformidade entre eles. 

Além disso, essa medida também assegura um desgaste com maior uniformidade e mantém o funcionamento do veículo dentro de padrões estabelecidos.

Respeite o limite de cargas do veículo

Ao realizar o transporte de cargas no seu caminhão, é importante verificar o quanto de peso ele pode transportar, pois exceder esse limite pode ocasionar em acidentes ou quebra de alguma peça.

Quanto o limite de peso está acima, o veículo é submetido a um esforço maior, sendo um ponto de atenção para quem realiza a gestão de combustível de maneira eficiente e também para maior duração dos pneus.

Dessa forma, quanto maior o peso, maior o atrito sobre os pneus, ocasionando assim em um desgaste ainda maior. Por isso, veja junto ao fabricante o quanto de carga é possível transportar. 

Monitore o consumo da sua frota de veículos com a melhor automação de combustível

Vimos que o desgaste de pneus pode ocasionar diversos contratempos, incluindo o consumo excessivo de combustível dentro da frota de veículos. Nesse caso, é importante realizar o monitoramento constante do consumo.

A CTA Smart desenvolveu a melhor automação de combustível, capaz de fornecer os dados de consumo em tempo real e emitir mais de 10 modelos de relatórios para análise.

Dessa forma, gestores de frota serão capazes de entender o gasto excessivo de combustível e assim, realizarem as ações necessárias para detectar a origem do problema.

Fale com o nosso time comercial, estamos prontos para esclarecer as suas dúvidas.

Posts Relacionados

4  Desafios da Gestão de Combustível em Construção Civil Gestão de Frota

4  Desafios da Gestão de Combustível em Construção Civil

Em empresas do setor da construção civil, o consumo mensal de combustível é altíssimo. Para que tenha uma base, as organizações usam mensalmente 50 mil, 150 mil e […]

CONTINUE LENDO
Gestão de Abastecimento: Automação x Manual Gestão de Frota

Gestão de Abastecimento: Automação x Manual

A automação na gestão de abastecimento da frota de veículos traz muitas dúvidas, principalmente quando comparada com a forma manual. Isso porque o controle do abastecimento interno tem […]

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO