A análise de cuidados e medidas essenciais em tempos de pandemia passou por todos os setores e tipos de negócios. O transporte de cargas aponta a necessidade da continuidade do trabalho a ser executado para que cidades e cidadãos sejam abastecidos e tenham suas necessidades preenchidas, por isso, é importante que todos estejam preparados para ocasiões adversas, porém, comum em estradas, por exemplo.

Nesse cenário, transportadores, gestores públicos e empresários lidam com variados graus de dificuldade para melhorar o transporte de cargas. Junte a meta e ao planejamento a centralização de novas demandas do setor de serviços com uma pandemia e a preocupação triplica. 

O mercado de trabalho é um dos fatores de nervosismo dos funcionários, que podem produzir com qualidade inferior ou cometer mais erros justamente em momentos mais críticos. Por isso, alguns pontos de atenção podem transformar os membros da sua equipe em verdadeiros colaboradores na sua gestão de frota. Vamos analisar alguns aqui, os 5 mais importantes itens de educação no trânsito para motoristas profissionais:

#1 – Capacitação Obrigatória

De acordo com o Contran existem cinco diferentes áreas para a capacitação de motoristas profissionais. O objetivo é formar o trabalhador e deixá-lo apto a atuar com o transporte especializado. Relembre as categorias e pré-requisitos que cada especialidade exige – e certifique-se que sua equipe atende aos requisitos corretamente:

Para Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros e para Condutores de Veículos de Transporte Escolar é necessário ser maior de 21 anos, estar habilitado no mínimo na categoria D, não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como, estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

Para Condutores de Veículos de Transporte de Produtos Perigosos (corrosivos, combustíveis, etc), é necessário ser maior de 21 anos, estar habilitado em uma das categorias B, C, D ou E, além de não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como, estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

Para Condutores de Veículos de Emergência deve-se ter mais de 21 anos, estar habilitado em uma das categorias A, B, C, D e E, não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como, estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

Já para os Condutores de Veículos de Transporte de Carga Indivisível (cargas em geral unitárias com peso elevado ou grandes proporções), é necessário ser maior de 21 anos, estar habilitado no mínimo na categoria C ou E, não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como, estar impedido judicialmente de exercer seus direitos. 

#2 – Lembrar regras e restrições no meio urbano

Existe uma variedade de regras e restrições referentes à circulação de caminhões quando os veículos estão em cidades durante seus trajetos. Quando essas limitações não são lembradas é possível um aumento de custos operacionais. 

Ruas muito estreitas, desvios, acidentes e desgastes, além da sinalização, são pontos de alerta a serem relembrados à sua equipe. Você, como gestor de frota, pode apresentar dados como os da Confederação Nacional do Transporte, sobre aprimoramento das políticas públicas de trânsito, ampliações de vagas de carga e descarga, e medidas de segurança para proteger veículos e cargas.

#3 – Planejamento de horários junto ao gestor da frota

Seus motoristasdevem estar alinhados aos cronogramas da sua empresa, mas também devem estar atentos aos horários de circulação. As proibições de trânsito em dias e horários determinados nas cidades, por exemplo, obrigam caminhões de carga a circular nas janelas horárias.

Por isso, o planejamento de entregas deve ser antecipado e combinado diretamente entre motorista, gestor de frota e cliente. Fatores como o congestionamento e o recebimento de cargas, principalmente no comércio, podem não ser compatíveis com as restrições determinadas pelo poder público em questão de horários, então deixe toda a sua equipe preparada. 

Além disso, a falta de locais adequados e seguros para a parada e descanso dos motoristas também deve ser restrita e em lugares que possibilitem evitar o roubo de cargas, pois a insegurança sofrida pelos transportadores é uma das preocupações. Quando eles estiverem em diferentes locais da sede da sua empresa, oriente sempre e, se possível, tenha pontos de parada em parceria com seus clientes e fornecedores, isso dará mais segurança tanto ao motorista quanto à sua gestão.

#4 – Conhecer o funcionamento básico da mecânica

É importante o motorista lembrar que o caminhão é mais que uma ferramenta, é o seu principal instrumento de trabalho. Conhecer bem o  portanto o veículo é uma premissa importante na profissão dos seus funcionários. 

Para que o caminhão não fique parado em plena estrada por conta de problemas mecânicos ou seja apreendido em alguma fiscalização, é importante que sua equipe entenda pelo menos o básico sobre o funcionamento do veículo. Cobre e faça questão que os funcionários saibam o básico: motor, suspensão, freios, pneus, barra de direção e tanque de combustível estão interligados. Assim sendo:

O motor é a principal peça de um veículo, e uma das ocorrências mais comuns pelas estradas é a falta de manutenção do motor. Lembre-se, se ele apresenta algum defeito grave, não tem jeito de seguir viagem. Por isso, revisar o básico, como, ao trocar o óleo, verificar a coloração e a viscosidade do lubrificante retirado.

Peça ao motorista cuidar a cor da fumaça que sai pelo escape, o ideal é que ela seja branca ou cinza. Se estiver preta, há três problemas mais comuns que podem estar acontecendo: condição térmica anormal, catalisador com defeito ou excesso de entrada de óleo no motor.

Utilização do freio motor: é importante que o motorista entenda como funciona esse sistema. O freio motor é um grande aliado, especialmente em descidas íngremes e longas, já que evita o desgaste acentuado dos tambores e também ajuda a conservar as lonas.

Há quem acredite que o freio motor aumente o consumo de combustível, mas o que ocorre é o contrário, já que durante o uso desse sistema o motor funciona sem a queima de diesel por conta da contenção instantânea da injeção de combustível. Aliás, isso nos leva ao nosso último ponto.

#5 – Instrua sobre a economia de combustível 

As ações dos motoristas para uma direção menos agressiva e pela observação da mecânica do veículo são essenciais para a economia de combustível. Um caminhão com motor, freios e suspensão em dia consome muito menos diesel do que outro sem manutenção. 

Junte a isso o planejamento de rotas para reduzir o consumo, a condução suave para não forçar o motor sem necessidade e um bom controle do abastecimento e a economia virá de todos os lados.

Após orientar bem seus motoristas e sua equipe, não hesite em investir em um gerenciamento confiável de controle de abastecimento. O CTA Smart é uma opção segura para um sistema para gestão de combustível eficaz.

Com ele, você consegue realizar o controle de abastecimento. Instalamos nossa solução em sua(s) bomba(s) e você mesmo, de onde estiver, tem acesso aos dados de liberação para cada veículo ou motorista. Ainda, você exporta dados de consumo, planilhas que mensuram quanto cada caminhão gasta e quanto sua frota gasta no total.

Mais do que nunca é tempo de investir em tecnologias que auxiliem na sua gestão. Você pode fazer uma estimativa de consumo de combustível em cada veículo, comparar gastos em cada tipo de veículo e rotas, e assim fazer o seu planejamento de ação para diminuir ainda mais os custos com abastecimento. 

Conheça mais os nossos serviços e fale com a gente, mas preste atenção: por causa da pandemia, nós, da CTA Smart também estamos operando em um formato preventivo e necessário. Seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), estamos operando em home office, porém, normalmente pelos telefones abaixo:

Suporte Técnico: 51 99888 0734

Financeiro: 51 99963 4727

Marketing: 51 98064 3290

Desenvolvimento e TI: 51 99327 2369

Comercial: 51 99569 4933 | 51 99775 9495 | 51 99895 4163.

marketing CTA SMART
Coo