O assunto não sai da pauta do setor de transportes e também do mercado como um todo: o preço do combustível. A grande oscilação de valores em 2021 provavelmente não se repita com a mesma intensidade neste ano, de acordo com analistas de mercado.

Com o final do mês de janeiro, no início da semana, o Índice de Preços Ticket Log (IPTL) divulgou o levantamento dos preços dos combustíveis no mês, destacando que o diesel S-10 e o S-500 registraram alta nos primeiros dias de 2022.

Na média nacional, o diesel S-500 fechou janeiro com o litro vendido a média de R$ 5,770, representando alta de 2,81% na comparação com dezembro de 2021. Já o diesel tipo S-10 registrou acréscimo de 2,68%.

A última análise do IPTL confirma, portanto, o cenário de altas em todas as regiões brasileiras, apesar da estabilidade nos preços registrada em dezembro do ano passado. 

No Brasil, os valores dos combustíveis são determinados por dois fatores, o preço do dólar e o valor do barril de petróleo no cenário internacional. É a estabilidade dos dois que define o preço a ser praticado no país.

Além disso, a pandemia pode influenciar nos valores também este ano, por conta do possível cancelamento de transportes e viagens. De qualquer forma, o planejamento estratégico da gestão de frota deve visualizar a questão do combustível como uma oscilação ainda maior que de costume, e para isso, buscar formas diferentes para economia de diesel é uma solução inteligente e que pode preservar o faturamento das empresas.

Outros Pontos de Atenção na Gestão de Frota

Se os valores do combustível oscilam, existem outras demandas que podem compensar no equilíbrio e na saúde financeira das empresas. Confira alguns:

– Tripé da gestão: planejamento, execução e controle;

– Programação financeira dos recursos;

– Indicadores de desempenho para monitorar as metas e os planos;

– Criar o planejamento e segui-lo passo a passo.

Para preservar os custos com combustível

Como os valores de combustível não praticam estabilidade, vale a pena investir em recursos que auxiliem no processo de consumo do diesel, como o CTA Smart. Com nossa solução, você faz o controle de abastecimento através de planilhas eletrônicas, facilitando o trabalho de gestão e mantendo dados precisos sobre o quanto de diesel cada veículo consome, por exemplo.

Como funciona: O CTA Smart é um equipamento instalado em sua bomba de combustível. Neste equipamento, quando ativado, são armazenados os abastecimentos de cada veículo ou motorista, com a bomba sendo liberada a partir da ativação do sistema por cada condutor ou frentista. Essa liberação é feita pelo gestor no sistema, e assim, fica mais fácil controlar quanto cada veículo consome e em qual período o abastecimento ocorre.

Todas as informações coletadas pelo equipamento são armazenadas online e enviadas para o sistema, que o responsável pela gestão da frota pode acessar. Isso permite melhor controle de gastos e rendimentos, fazendo o gerenciamento em tempo real de carregamentos, abastecimentos, saldo por empresa, economia de diesel, estoque do tanque, entre outros.