A manutenção dos veículos é o calcanhar de Aquiles em muitas empresas que possuem médias e grandes frotas. Isso porque os custos operacionais são parte das maiores despesas de um negócio, e é essencial que a manutenção seja bem planejada. Como a redução de custos é um dos grandes objetivos na gestão, a administração dos recursos para manter o funcionamento da frota traz sempre bons resultados, mas você sabe como atribuir à manutenção uma meta eficaz?

Vamos falar hoje sobre as principais manutenções dos veículos, com pontos essenciais para a gestão da sua frota. Cuidados com os pneus, escolha do óleo, detalhes que fazem a diferença e garantem o bom funcionamento e acabam economizando, para você fazer mais com menos.

Manutenção Preventiva

Prevenção de danos é um dos mantras na gestão de frotas. O custo é muito menor do que o conserto, certo? Fazer um diagnóstico preciso das condições dos veículos impede possíveis prejuízos futuros, além de evitar a suspensão da cadeia logística. Para uma manutenção preventiva eficaz é preciso uma checagem com itens relacionados ao seu tipo de frota, preferencialmente com um cronograma fixo de inspeção. Alguns pontos a serem observados:

– Checagem de pneus após cada viagem: os caminhões possuem muitos pneus e um pode passar despercebido pelo motorista ou responsável técnico. Portanto, depois de um trajeto percorrido, verificar a situação dos pneus garante a segurança e eficácia na condução.

– Óleos e fluídos em geral: quem faz manutenções preventivas deve conferir os níveis de óleo do motor, sua quilometragem e possíveis trocas de peça. A água, que geralmente é deixada de lado, também é fundamental na checagem, pois garante o sistema de arrefecimento e os fluidos dos sistemas hidráulicos.

– Conferência de motor e sistema de escapamento: a saúde dos motores é a saúde da sua frota! Lembre-se sempre que motores com problemas podem gerar aumento no consumo de combustível. O CTA Smart auxilia nesse controle de abastecimento com o seu sistema, e é possível observar quando algum veículo não está em plena capacidade a partir dos dados da bomba de diesel, mas fazer a manutenção preventiva também verifica a temperatura e desempenho do motor, evitando problemas mais graves.

– Freios e suspensão: avalie condições de amortecedores, molas, e todo o sistema de suspensão, principalmente após viagens em estradas precárias, como muitas rodovias nacionais. Conferir se os freios estão funcionando adequadamente previne também acidentes, e preserva a integridade física dos motoristas. 

– Sistema elétrico: nos caminhões e ônibus mais modernos, os sistemas elétricos  precisam estar sempre em dia. Se houver panes elétricas, os veículos deixam de funcionar, e aí você terá custos com guincho, além de precisar substituir o caminhão para suprir a demanda, 

– Baterias: na manutenção preventiva é necessário conferir se a bateria está bem posicionada, o nível da solução de água destilada e se os polos estão limpos.

Dica: Mantenha um cronograma fixo e programado para cada um dos itens acima 🙂 

Manutenção preditiva

Apesar de custar mais caro que a manutenção preventiva, a manutenção preditiva conta e muito com o auxílio tecnológico para manter um monitoramento regular das condições e desempenhos de cada veículo da sua frota.

 Você, como gestor, pode avaliar os custos dessa manutenção ao contar com aparelhos e equipamentos como ultrassom, câmeras termográficas, rastreadores e testes de vibração. Na Preditiva, a frota é verificada e inspecionada com frequência, mas a necessidade de equipamentos e treinamento de equipes pode tornar o seu orçamento maior do que o esperado. 

Uma forma de contar com a Manutenção Preditiva é avaliar quais são os custos necessários e onde está o maior valor dispensado. Você sabia que a qualidade e estado dos pneus é a segunda despesa mais alta na sua frota? A primeira é o consumo de diesel, e por isso, você pode investir neste quesito. 

Com o CTA Smart você pode fazer o controle abastecimento para verificar periodicamente o consumo no seu sistema. Com a nossa solução você pode mensurar o abastecimento por veículo, mostrando o consumo e a durabilidade do tanque de cada um. A partir de relatórios periódicos você estima o quanto cada caminhão da sua frota gasta em combustível.

O CTA Smart gera diversos relatórios, com todas as informações do consumo de combustíveis. O sistema pode ser integrado com qualquer ERP e os relatórios podem ser exportados em txt e excel. 

É necessário entender que o monitoramento regular das condições dos veículos e do consumo de combustível fornece uma visão precisa sobre eficiência e custo final dos processos de transporte. A economia vem a longo prazo. 

Manutenção Corretiva

Esta é a manutenção conhecida como conserto, porque trabalha com reparos e/ou substituições de peças em razão de quebra ou desgaste. Certamente é a que possui os custos mais elevados, porque além dos custos operacionais e mecânicos, os veículos ainda ficam fora de circulação, o que pode afetar o desempenho logístico da sua empresa. 

Mesmo com todos os cuidados na manutenção preventiva e preditiva, ocasionalmente você vai precisar da Corretiva em alguma situação, mas trate-a como exceção: em falhas repentinas e imprevisíveis, além de acidentes. 

Uma solução é sempre focar em mão-de-obra qualificada para os reparos, mantendo o seu plano de manutenção atento para ocasionalidades. 

Gostou das dicas? Então aproveite e conte com o CTA Smart para o gerenciamento de consumo de combustível. A sua frota tem mais saúde, e você, mais tempo para se dedicar à inovações na sua gestão de frota!

marketing CTA SMART
Coo