A gestão de multas de trânsito para frotas é uma maneira eficaz de evitar despesas extras para a sua empresa. Quem é gestor de frotas deve lidar sempre com o desempenho dos motoristas de seus veículos, principalmente em casos de veículos pessoa jurídica. 

Em uma frota que tenha um veículo paralisado por conta de infrações, a diferença é grande, mas como reduzir os gastos com multas? 

Um auto de infração dá origem a um processo administrativo para impor as respectivas penalidades. Todas as etapas são encaminhadas ao proprietário do veículo, no caso da empresa, uma pessoa jurídica. Então, você como gestor de frota, precisa lidar com as autuações. Para lidar com as multas da melhor forma possível, seguem algumas dicas:

– Identifique prontamente qual motorista conduzia o veículo no momento em que a autuação ocorreu;

– Tenha previamente negociado como proceder neste caso com o setor de Recursos Humanos. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o desconto da multa pelo salário do motorista só pode acontecer com a concordância prévia do empregado, ou em caso de dolo (intenção de causar o prejuízo à empresa);

– Construa desde o início um bom relacionamento com os colaboradores responsáveis por conduzir os veículos. Forneça orientação e treinamentos logo no início da contratação, reforçando a importância de respeitar a legislação.

– Planeje uma estratégia com o setor de RH para ir além da seleção, focando na capacitação e desenvolvimento dos colaboradores;

– Promova campanhas internas de conscientização;

– Controle e crie estatísticas na gestão de multas, com dados de cada motorista em seu sistema e quais são as infrações cometidas por cada um. Isso ajuda a direcionar treinamentos;

– Tenha sempre em dia as manutenções dos veículos, pois as condições da sua frota também podem gerar infrações;

– Lembre-se que qualquer um pode recorrer às multas, seja pessoa física ou jurídica. A Resolução Nº 710/2017 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) determina que o recurso apresentado pela PJ deve seguir as orientações do art. 285 e seguintes do CTB.

Para reforçar a importância da economia

Ao economizar com multas e infrações você, como gestor de frota, pode investir em outros KPI’s do seu negócio, como o consumo de combustível.

Quando você reforça com o motorista que é necessária uma direção menos agressiva, atenciosa e de acordo com as leis, é possível dedicar parte do seu tempo para os demais KPI’s da gestão de frota, como o planejamento de rotas para reduzir o consumo de combustível, a condução suave para não forçar o motor sem necessidade e um bom controle do abastecimento.

Após orientar bem seus motoristas e sua equipe, não hesite em investir em um gerenciamento confiável de controle de abastecimento. O CTA Smart é uma opção segura para um sistema para gestão de combustível eficaz.

Com ele, você consegue realizar o controle de abastecimento. Instalamos nossa solução em sua(s) bomba(s) e você mesmo, de onde estiver, tem acesso aos dados de liberação para cada veículo ou motorista. Ainda, você exporta dados de consumo, planilhas que mensuram quanto cada caminhão gasta e quanto sua frota gasta no total.

Mais do que nunca é tempo de investir em tecnologias que auxiliem na sua gestão. Você pode fazer uma estimativa de consumo de combustível em cada veículo, comparar gastos em cada tipo de veículo e rotas, e assim fazer o seu planejamento de ação para diminuir ainda mais os custos com abastecimento.

marketing CTA SMART
Coo