Parece mentira, mas o fim do ano está chegando novamente e tivemos muitos aprendizados. Um deles foi o de planejar minuciosamente todos os passos dentro da gestão de frota, e mesmo assim, em um período totalmente atípico, buscar o lucro e o atendimento com os serviços prestados sem perder em qualidade. Agora, temos a oportunidade de recriar e repensar como vamos tratar 2021 com as mudanças do mundo. Para isso, os KPIs de gestão de frota são ferramentas essenciais.

KPIs são os Key Performance Indicators, ou seja, as métricas que usamos para definir o desempenho, os indicadores de performance. No setor de transporte e logística, os KPIs podem nortear lucros, custos, e planos em geral. No post de hoje vamos falar quais são os indicadores mais importantes para uma gestão de frota eficaz. Vamos desenhar o ano que vem? Confira:

1 – Manutenção

Os custos com manutenção são quase sempre um ponto sensível na gestão da frota. Porém, quando programados, podem auxiliar e muito, e inclusive, ajudar na redução de gastos a longo prazo. Os custos operacionais são parte de grandes despesas do negócio por isso,a administração dos recursos para manter o funcionamento da frota traz sempre bons resultados.

As principais manutenções são literalmente uma mão na roda: manutenção preventiva (prevenção de danos com reparos sazonais), manutenção preditiva (monitorar regularmente condições e veículos) e manutenção corretiva (reparar danos já causados).

Quando você, como gestor de frota, avalia os custos de manutenção, traz como um dos KPIs a necessidade de reparos e quanto isso pode custar. Ao transformar a Manutenção em um indicador de performance é possível observar se a frota precisa de renovação, se veículos devem ser colocados em desuso ou o quanto você precisa lucrar a mais para que os custos com manutenção sejam justificados. 

2 – Treinamento de Pessoal 

Investir em treinamentos e reciclagens para profissionais da estrada é um bom caminho. Isso porque a incidência de multas também precisa ser monitorada de perto e contar como um KPI. Quanto mais infrações sua empresa tiver, mais custos, certo?

Então para evitar esse tipo de situação é importante ter em mente treinamentos regulares na sua gestão de frota. Ao identificar as multas, você identifica também os condutores e veículos mais reincidentes, o que permite verificar padrões de comportamento inadequados e repetitivos. 

3 – Custo com Combustível

O maior custo em uma frota é o combustível, mas isso você já sabe. Ao acompanhar de forma precisa e detalhada, você precisa de indicadores para acompanhar essa área.

Com o combustível como KPI é possível controlar o custo por motorista e identificar medidas para a redução do consumo de combustível da frota. Por isso, conte com o auxílio de confiança e automatizado, como o  CTA Smart.

A partir da instalação do nosso sistema em suas bombas você pode fazer o controle de  abastecimento para verificar periodicamente o consumo no seu sistema. O CTA Smart permite a mensuração de abastecimento por veículo, mostrando o consumo e a durabilidade do tanque de cada um. A partir de relatórios periódicos você estima o quanto cada caminhão da sua frota gasta em combustível.

O CTA Smart gera diversos relatórios, com todas as informações do consumo de combustíveis. O sistema pode ser integrado com qualquer ERP e os relatórios podem ser exportados em txt e excel. 

Assim, agora você já sabe: o KPI é a ferramenta mais eficaz para medir, analisar e monitorar suas operações. É a partir dos KPIs acima que você terá mais certeza na tomada de decisões, assim como no planejamento de ações para reverter possíveis prejuízos. Gostou das dicas? Então aproveite e conte com o CTA Smart para o gerenciamento de consumo de combustível.

marketing CTA SMART
Coo