Periodicamente, você, como gestor de frota, deve avaliar as condições gerais dos veículos na garagem. Após verificar todas as necessidades de reparos, estados dos pneus e quilometragens rodadas, é possível que considere a renovação de caminhões. Porém, o aumento de compra e venda no mercado de veículos usados traz um alerta: a sua frota seguirá com eficiência e com economia de diesel?

O crescimento nas vendas de usados é real: foram mais de 34 mil caminhões vendidos em agosto deste ano no Brasil. O resultado explica-se por pelo menos dois fatores, o aquecimento do agronegócio e a falta de modelos novos à pronta entrega, por conta da redução de produção dos veículos, resultado da pandemia.

O comércio eletrônico foi um dos principais motivadores no aumento de demanda. Por esse motivo, muitos modelos de caminhões entraram em escassez com os fabricantes, que diminuíram a capacidade de atendimento. Se você vai comprar um caminhão usado para a renovação da sua frota, confira alguns pontos de atenção:

– Pesquisar lugares e valores

O site da Fipe é sempre o primeiro caminho quando buscamos veículos usados. A partir daí, procure os modelos do seu interesse e comece a pesquisa em concessionárias de confiança. Com o preço médio praticado no mercado você pode negociar, sempre em lugares que você conheça ou sejam indicados, já que a parte de documentação é uma grande parte da transação.

A parte de transferência, análise de procedência, e documentações do veículo é essencial nesse processo, para saber de pendências ou restrições, além é claro, de conferir o licenciamento e o pagamento das taxas anuais (IPVA, DPVAT, inspeção veicular ambiental).

– Inspeção veicular detalhada

Se possível, após pesquisar os caminhões ideais, quando for conhecer o veículo pessoalmente, conte com o mecânico da sua frota ou seu profissional de confiança. Isso porque é necessário verificar itens que podem passar despercebidos em uma primeira olhada, e mesmo como gestor responsável, detalhes podem deixar de ser verificados.

Faça uma vistoria completa do caminhão, verificando motor, caixa de câmbio, embreagem, conjunto de transmissão, suspensão, pneus, lataria, ambiente interno e externo, além da parte elétrica. Alguns detalhes podem fazer a diferença, então também confira sempre: portas e vidros, luzes, quinta-roda e vazamentos.

– Test-drive e consumo de diesel

Faça um test-drive com o veículo para avaliar performance, dirigibilidade e demais componentes. Se possível, peça para fazer o teste em um veículo com carga, assim você consegue mensurar melhor a necessidade de possíveis reparos. 

É a partir do test-drive que você vai observar barulhos diferentes na parte mecânica, mau funcionamento em geral e também o consumo de diesel estimado.

A quilometragem também deve ser considerada, estipule um número máximo aceitável de acordo com as necessidades da sua frota para ter um filtro na busca. Depois, durante o test drive você vai observar a quantidade de diesel consumida no percurso. 

Após a compra, conte com o CTA Smart para fazer o controle de abastecimento da sua frota renovada: desenvolvemos nosso sistema para facilitar a vida de todo gestor de frota, trazendo mais autonomia para o seu negócio.

 Você realiza o seu controle de abastecimento de combustível de forma rápida e inteligente. O CTA Smart é instalado em suas bombas de combustível ou caminhão comboio, garantindo segurança e precisão de dados para gestão da sua frota.

Todos os dados para a gestão do abastecimento de frotas são enviados em tempo real para o sistema e apenas pessoas autorizadas poderão liberar abastecimentos.

A partir disso, o CTA Smart gera diversos relatórios, com todas as informações do consumo de combustíveis. O sistema pode ainda ser integrado com qualquer ERP, para você ter controle sobre todas as etapas da sua operação! Converse com a gente e peça um orçamento, cuide bem da sua frota, seja ela com veículos usados ou não. 

marketing CTA SMART
Coo