Smart News – Boletim semanal

Olá, leitor! Chegamos com mais uma edição do Smart News por aqui. O seu boletim semanal atualizado sobre tudo que aconteceu de mais relevante durante os dias 23 a 27 de outubro.

Por aqui, todas as sextas-feiras, ao meio dia, reunimos os fatos mais importantes da semana dos setores de:

  • Transportes de diversos segmentos;
  • Logísticas;
  • Tecnologias;
  • Economia;
  • Agronegócio.

Fique de olho no nosso balanço semanal e tenha a informação na palma da sua mão através do nosso Instagram e Linkedin !

Smart News, a semana resumida, a informação completa.

Boa Leitura!

Usinas de etanol devem impulsionar a demanda interna de milho na safra de 2023/24

No entanto, segundo o consultor da Safras & Mercado, Paulo Molinari, o Brasil ainda dependerá das exportações do cereal.

A safra 2023/24 deverá testemunhar um novo recorde na demanda interna por milho, principalmente devido ao crescimento das usinas de etanol. No entanto, de acordo com o consultor da Safras & Mercado, Paulo Molinari, mesmo com esse aumento, o Brasil ainda continuará dependente de exportações significativas do cereal.Conforme afirmou Molinari, é previsto que, em 2023, o consumo de milho pelas usinas de etanol alcance aproximadamente 14,5 milhões de toneladas, enquanto para o próximo ano, a expectativa é de que varie entre 18 e 19 milhões de toneladas.

Molinari observou durante o evento do projeto Mais Milho que a demanda global por açúcar terá impacto nos preços do etanol, o que pode beneficiar as usinas que produzem biocombustíveis, aumentando suas margens operacionais.

“Os moinhos de cana-de-açúcar estão priorizando a produção de açúcar, o que pode levar ao aumento do preço do etanol brasileiro, favorecendo as usinas de etanol de milho na melhoria de suas margens operacionais”, dia Molinari. Ele também destacou que o consumo de milho na avicultura e suinocultura deve continuar aquecido. No entanto, em relação à bovinocultura, é possível que haja uma redução, devido à previsão de que o gado permaneça mais tempo no pasto em 2024.

Fonte: Canal Rural

Câmara dos Deputados dará seguimento ao projeto de lei sobre combustíveis renováveis no Brasil

A discussão é sobre a deliberação que visa ampliar o uso de combustíveis renováveis no Brasil. A lei deverá servir como um balizador para a medição da eficiência, o potencial energético e a pegada de carbono no combustível. 

A Câmara dos Deputados, sob a liderança do presidente Arthur Lira, planeja promover um debate para expandir o uso de combustíveis renováveis no Brasil. Isso inclui o projeto de lei do “Combustível do Futuro” proposto pelo presidente Lula em setembro. O objetivo é estabelecer um marco regulatório avançado para fortalecer o papel do etanol como combustível do futuro, juntamente com o biodiesel, além de impulsionar o desenvolvimento do bioquerosene de aviação. A futura lei também deve estabelecer critérios para medir a eficiência dos combustíveis com base no potencial energético e na pegada de carbono, desde a produção até o uso.

Além disso, a Câmara dos Deputados trabalhará na legislação relacionada à transição energética usando hidrogênio de baixo carbono. Essa legislação será desenvolvida dentro de uma comissão especial. O objetivo é criar condições para diversas rotas de produção de hidrogênio, aproveitando o potencial do etanol e seus subprodutos. Essa iniciativa é vista como uma promessa para acelerar a transição energética no Brasil, permitindo que o etanol seja convertido em hidrogênio para alimentar veículos elétricos, incluindo os de carga.

Fonte: Revista Época 

Pesquisa realizada por empresa americana diz que mercado logístico deve atingir 645 milhões de reais até 2029

Os indicadores apresentam desafios para as indústrias acompanharem o desenvolvimento e a adoção das novas tecnologias que emergem junto com o crescimento do mercado.

O mercado logístico brasileiro deverá atingir 129,3 bilhões de dólares até 2029, o que equivale a aproximadamente 645 bilhões de reais, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa americana Mordor Intelligence. Esse cenário promissor apresenta desafios para as indústrias no país, à medida que novas tecnologias, como Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA) e Logística 4.0.

A Logística 4.0 é uma abordagem avançada para a gestão da cadeia de suprimentos que combina tecnologias e inovações. Requer adaptabilidade por parte dos gestores, levando em consideração os desafios específicos de cada operação e as características de cada setor industrial.

Uma característica fundamental da Logística Integrada 4.0 é a capacidade de analisar o desempenho, impulsionada por tecnologias de rastreamento, sistemas de gestão integrada, inteligência artificial, robótica e big data. A integração de tecnologias e metodologias entre empresas proporciona transparência no processo, permitindo ajustes ágeis para otimizar o desempenho e obter resultados significativos.

Essa revolução tecnológica está transformando a maneira como as indústrias abordam as demandas logísticas. A Logística 4.0 oferece benefícios como aumento de produtividade, redução de custos, melhoria da eficiência e flexibilidade para lidar com as variações na demanda.

Fonte: Terra

NAVEGAÇÃO RÁPIDA

Posts Relacionados

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento Gestão de Frota

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento

A automação na gestão de abastecimento interno representa um avanço na administração da frota. Com o sistema, a sua empresa terá maior segurança e controle do diesel utilizado […]

CONTINUE LENDO
Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade Gestão de Frota

Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade

Descubra como a tecnologia de automação pode impactar positivamente na gestão de abastecimento por caminhão comboio. 

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO