Smart News – Boletim semanal

Olá, leitor! Chegamos com mais uma edição do Smart News por aqui. O seu boletim semanal atualizado sobre tudo que aconteceu de mais relevante durante os dias 23 a 28 de julho.

Por aqui, todas as sextas-feiras, ao meio dia, reunimos os fatos mais importantes da semana dos setores de:

  • Transportes de diversos segmentos;
  • Logísticas;
  • Tecnologias;
  • Economia;
  • Agronegócio.

Fique de olho no nosso balanço semanal e tenha a informação na palma da sua mão através do nosso Instagram e Linkedin !

Smart News, a semana resumida, a informação completa.

Boa Leitura!

FMI aumenta expectativa da economia brasileira à 2,1% para este ano

Perspectiva anterior demonstra um crescimento de 1,9%. A projeção foi divulgada nesta terça-feira  (25) no Relatório Perspectiva Econômica Global

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou nesta semana o relatório que aponta um crescimento de 0,2% na economia do país, ficando acima do previsto anteriormente no mês de abril. Segundo o fundo global, a boa safra na agricultura foi a responsável pelo aumento da perspectiva econômica brasileira, diz a CNN Brasil.

Para 2024, o credor mundial mantém a projeção de crescimento de 3,0%. Esse número representa uma elevação abaixo das séries históricas de crescimento econômico brasileiro. De acordo com a apuração do G1, comparado com as duas últimas décadas – 2000 a 2019 -, que somaram cerca de 3,8% de crescimento ao ano, a diferença se dá principalmente pela queda da manufatura nas economias avançadas.

Inflação em baixa

O FMI projetou que a inflação global cairá para 6,8% em 2023, indo a 5,2% em 2024. De acordo com o Canal Rural, a previsão do mercado nacional para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerado a inflação oficial do país – caiu de 4,95% para 4,9% neste ano. A estimativa está no Boletim Focus desta terça-feira (25), divulgado pelo Banco Central.

Fonte: CNN, G1, Canal Rural

Exportações de soja atingem quase 8 milhões de toneladas em julho

As vendas externas do grão geraram 3,9 bilhões de dólares nos primeiros 15 dias úteis deste mês, de acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex)

Segundo o Canal Rural, durante o período mencionado, o total de soja em grão exportado pelo Brasil alcançou 7,956 milhões de toneladas, com uma média diária de 530,401 mil toneladas. O preço médio por tonelada ficou em US$ 491,20. Comparando com julho do ano anterior, houve um aumento significativo de 48,4% no volume de exportações, embora o preço tenha sofrido uma redução.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que a colheita de soja no Brasil para o período de 2022/23 alcance a marca de 154 milhões de toneladas. A área plantada com soja em 2022/23 abrange mais de 44 milhões de hectares, o que representa um aumento de 6,2% em relação ao ciclo anterior.

No que diz respeito à produtividade média da cultura no solo nacional, a entidade estima uma média de 3.508 kg por hectare, o que representa um aumento de 15,9% em relação a 2021/22.

Projeções de exportação para 2023

A Conab também prevê as exportações de soja para o ano de 2023. De acordo com a entidade, o Brasil espera embarcar um total de 95,64 milhões de toneladas ao longo do ano, o que representa um aumento de 21,5% em relação à safra anterior.

Fonte: Canal Rural

Índice de custos para a construção civil recuam em julho

O relatório divulgado pela FGV aponta uma desaceleração de 0,06% no sétimo mês do ano. Em junho, a alta foi de 0,85%

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) teve uma queda de 0,06% em julho em relação à alta do mês anterior, que foi de 0,85%. De acordo com o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), a taxa acumulada nos últimos 12 meses também reduziu, de 4,29% para 3,15%.

Também foram observadas quedas nos preços dos materiais de construção e equipamentos, acompanhando a desaceleração que já havia acontecido em junho. 

Dentre as capitais, quatro apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: Brasília, Recife, Porto Alegre e São Paulo. Em contrapartida, Salvador, Belo Horizonte e Rio de Janeiro apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. 

Fonte: FGV, Infomoney

Até a próxima semana!

NAVEGAÇÃO RÁPIDA

Posts Relacionados

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento Notícias

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento

A automação na gestão de abastecimento interno representa um avanço na administração da frota. Com o sistema, a sua empresa terá maior segurança e controle do diesel utilizado […]

CONTINUE LENDO
Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade Notícias

Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade

Descubra como a tecnologia de automação pode impactar positivamente na gestão de abastecimento por caminhão comboio. 

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO