Bomba de combustível para abastecimento interno: conheça os tipos e saiba o momento certo de fazer a manutenção

No mercado, há diversos modelos de bombas de combustível disponíveis, que são divididas entre bombas eletrônicas ou bombas mecânicas. No entanto, existe um padrão que se repete em algumas ocasiões: a falta de manutenção desses equipamentos.

Sendo assim, para evitar maiores dores de cabeça, é importante sabermos de maneira aprofundada, como é o seu funcionamento, assim como o melhor momento para realizar a manutenção.

Nesse artigo, vamos abordar de uma forma mais detalhada sobre o funcionamento das bombas de combustível de abastecimento interno. Boa leitura!

Diferenças entre Bombas de Combustível Mecânicas e Eletrônicas em Postos de Abastecimento Interno:

Os pontos de abastecimento interno desempenham um papel fundamental no fornecimento de combustível para as frotas, e as bombas de combustível desempenham um papel crucial nesse processo. Duas tecnologias distintas são amplamente empregadas para realizar essa tarefa: bombas de combustível mecânicas e bombas de combustível eletrônicas. Essas tecnologias diferem consideravelmente em termos de funcionamento, precisão, e sistemas de gerenciamento. Vamos explorar essas diferenças em detalhes:

Funcionamento Mecânico vs. Eletrônico:

Bomba de Combustível Mecânica para Posto Interno: As bombas de combustível mecânicas em postos internos geralmente são acionadas manualmente pelos frentistas. Este tipo de bomba utiliza um mecanismo de alavanca no bico, que controla a vazão de combustível diretamente do tanque para a frota. O processo é totalmente mecânico e requer habilidade por parte do frentista para operar a bomba de forma precisa. A pessoa responsável pelo processo de abastecimento é que deve monitorar o abastecimento e desligar a bomba quando o tanque do veículo estiver cheio.

Bomba de Combustível Eletrônica para Posto Interno: Já as bombas de combustível eletrônicas para postos internos, por outro lado, são automatizadas e controladas por sistemas eletrônicos. O frentista seleciona o tipo de combustível e a quantidade desejada no painel de controle da bomba. A bomba então dispensa o combustível automaticamente, controlando a quantidade precisa e interrompendo o abastecimento quando o veículo atinge o nível desejado. 

Precisão e Controle:

A precisão na entrega de combustível por bombas mecânicas depende principalmente da habilidade do frentista. Pequenas variações na vazão de combustível podem ocorrer, o que pode afetar a quantidade exata que a frota recebe e a precisão na confiabilidade do combustível.

No caso das  bombas eletrônicas, elas oferecem um controle um pouco mais preciso e consistente do fluxo de combustível. A automação reduz as variações e erros humanos, garantindo que os veículos recebam a quantidade exata de combustível. No entanto, em ambos os casos, não há como evitar que haja furtos ou desvios.

Gestão de Dados e Confiabilidade:

Tanto na bomba mecânica, quanto na bomba eletrônica, a gestão e controle do combustível não são feitas de forma precisa. Por mais que na eletrônica o processo seja um pouco mais automático, os dados não ficam salvos em nenhum lugar. Normalmente as anotações sobre os abastecimentos são feitas em uma prancheta que não permite uma gestão rápida e eficiente.   

Quando preciso fazer a manutenção na minha bomba de abastecimento?

A manutenção de uma bomba de abastecimento interno de combustível é essencial para garantir a sua operação segura e eficiente. A frequência e os procedimentos de manutenção podem variar com base no tipo de bomba, no ambiente em que ela opera e nas regulamentações locais. Confira abaixo alguns tipos de manutenção: 

Programação regular: É importante estabelecer um programa de manutenção regular com base na intensidade de uso da bomba e nas recomendações do fabricante. Isso pode envolver inspeções diárias, semanais, mensais e anuais, dependendo do caso.

Manutenção preventiva: Além das inspeções regulares, a manutenção preventiva deve ser realizada para substituir peças desgastadas, como gaxetas, selos, filtros e mangueiras, de acordo com o cronograma recomendado pelo fabricante ou caso haja necessidade.

Manutenção corretiva: Se ocorrerem falhas inesperadas, a manutenção corretiva deve ser realizada imediatamente para reparar a bomba e restaurar sua operação. É importante que os operadores saibam como agir em caso de problemas.

Lembrando que a manutenção inadequada de uma bomba de abastecimento de combustível pode resultar em riscos à segurança, vazamentos de combustível e perda de eficiência operacional. Portanto, é essencial seguir um programa de manutenção adequado e, quando necessário, consultar um profissional qualificado para executar reparos e manutenção especializada.

Importante ressaltar que a CTA Smart não realiza nenhum tipo de reparo na bomba. Nosso equipamento apenas faz a gestão e controle do abastecimento. Qualquer problema em relação à bomba, deve-se entrar em contato com uma empresa especializada na manutenção.

Como a CTA Smart automatiza as bombas de abastecimento mecânicas e eletrônicas? 

Nossa solução é instalada ao lado da bomba, realizando a autorização dos abastecimentos mediante o cumprimento dos processo de liberação e bloqueando o fluxo do combustível depois que o abastecimento é realizado, evitando que haja furtos e desvios. Após realizar o  processo, os dados são capturados, enviados para a nuvem e ficam armazenados no Sistema Web. Essas informações podem ser acessadas de qualquer lugar e por qualquer dispositivo. 

Também é possível realizar integrações via webservice ou importação com qualquer sistema ERP, meios de pagamento e telemetria; sem que seja necessário a instalação de programas. 

Com isso, é possível saber exatamente para onde está indo cada gota de combustível que são retirados das bombas. O Sistema Web permite que sejam gerados mais de 10 tipos de relatórios que auxiliam a fazer a gestão e identificar problemas. 

Tem interesse em otimizar o processo de abastecimento da sua frota de veículos e obter um maior controle sobre o funcionamento das suas bombas?

Fale com o time comercial da CTA Smart, atuamos há mais de 10 anos no mercado e estamos preparados para tirar todas as suas dúvidas e proporcionar para a sua empresa, a melhor automação disponível.

Posts Relacionados

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento Gestão de Frota

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento

A automação na gestão de abastecimento interno representa um avanço na administração da frota. Com o sistema, a sua empresa terá maior segurança e controle do diesel utilizado […]

CONTINUE LENDO
Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade Gestão de Frota

Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade

Descubra como a tecnologia de automação pode impactar positivamente na gestão de abastecimento por caminhão comboio. 

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO