Calendário Agrícola: veja as melhores épocas para o plantio

O calendário agrícola desempenha um papel fundamental no planejamento do plantio e colheita de grandes produtores agrícolas, levando em consideração as características específicas de cada região, como clima e vegetação. A sua adoção fornece informações sobre os meses ideais para semear e colher cada tipo de produto ao longo do ano, conforme a região.

Além de auxiliar no planejamento dos agricultores, o calendário agrícola é uma fonte de informação essencial para os agricultores, reduzindo o risco de perdas, garantindo a produtividade e a qualidade dos produtos destinados aos consumidores. O sucesso de cada etapa da colheita depende da correta execução do manejo do solo, do uso adequado de adubos e fertilizantes, e também das condições climáticas favoráveis.

Publicado anualmente, o calendário agrícola pode ser consultado durante a fase de planejamento do plantio, fornecendo dados cruciais para uma tomada de decisão segura por parte dos agricultores. Essa ferramenta proporciona maior confiança ao avançar nas etapas do processo agrícola.

Preparamos esse artigo para mostrar tudo o que você precisa saber sobre um calendário agrícola e otimizar a sua produção. Boa leitura.

Calendário Agrícola no Brasil, como funciona?

O calendário agrícola no Brasil é elaborado a partir do levantamento de dados sobre o clima e vegetação de diferentes regiões do país. 

Assim, ele é produzido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que através de estudos baseados em dados meteorológicos, climáticos, técnicos e científicos para criar esse guia.

O calendário agrícola é atualizado anualmente e pode ser considerado um dos mais dinâmico do mundo, pois o Brasil é um país de dimensões continentais, o que representa um grande contraste do clima a depender da região, além de variações culturais que também impactam na produção.

O ano agrícola brasileiro inicia-se em setembro, no fim do inverno e começo da primavera, e engloba o período de um ciclo de produção agrícola, do plantio até a colheita. 

Dessa forma, o calendário agrícola é uma ferramenta importante para orientar produtores de pequeno, médio e grande porte, antes do início dos trabalhos na lavoura, pois indica as melhores épocas para plantar e colher cada cultura, levando em consideração as particularidades de cada região do país, como clima e vegetação.

Como posso ver o calendário agrícola oficial?

O calendário agrícola brasileiro é disponibilizado pela Conab e pode ser acessado no site da instituição. Ele fornece informações sobre o período de plantio e colheita de diversas culturas agrícolas ao longo do ano, de acordo com a região do país.

O sucesso do agricultor em cada etapa da colheita passa pela execução correta do manejo do solo, uso de adubos e fertilizantes na proporção correta e é claro as condições climáticas favoráveis e ter uma visão clara do cenário que se desenha ao longo dos meses seguintes, também faz parte dessa estratégia. 

Sendo assim, é importante sinalizar que o uso do calendário agrícola é de grande importância para melhorar a produtividade e a qualidade dos produtos que chegam até o consumidor final.

Veja as condições climáticas para os principais produtos agrícolas brasileiro

As características climáticas desempenham um papel crucial no cultivo das principais culturas brasileiras. Cada cultura carrega consigo suas próprias exigências de temperatura, ou seja, cada uma se adapta a uma condição meteorológica, para alcançar o melhor desenvolvimento e rendimento.

Vamos entender de uma forma mais simples em que condições os principais produtos cultivados no Brasil precisam ser cultivados..

O algodão, por exemplo, é altamente sensível às temperaturas frias. Para seu crescimento ideal, é necessário que o clima se mantenha entre 18 °C e 30 °C, evitando ultrapassar os 40 °C.

Já o amendoim é uma cultura completamente dependente da temperatura. Sua eficiência é maior quando as temperaturas variam entre 25 °C e 35 °C.

No caso do arroz, a tolerância a temperaturas extremas é um fator crucial. O clima ideal para o arroz varia entre 20 °C e 35 °C.

O feijão, com técnicas adequadas de irrigação, pode ser cultivado durante todo o ano. No entanto, seu rendimento é altamente influenciado pela umidade do solo. A temperatura ideal é de 18ºC durante a noite e 28ºC durante o dia.

O cacau, por sua vez, exige solos profundos e ricos, além de um clima quente e úmido. A temperatura média em torno de 25 °C é a mais adequada para seu cultivo.

Para o café, temperaturas mais altas podem aumentar a produtividade, mas também favorecem a proliferação de pragas. Dessa forma, é mais indicado que o cultivo seja feito com a temperatura entre 19 °C e 22 °C.

No caso da cana-de-açúcar, temperaturas abaixo de 20 °C podem afetar sua produtividade. Portanto, manter a faixa de 22 °C a 30 °C é o ideal.

A mandioca é uma cultura adaptável a diferentes ambientes e é cultivada em todo o país. Sua temperatura ideal varia entre 20 °C e 27 °C. É importante ressaltar que temperaturas baixas retardam seu crescimento, o que é comum na região sul do Brasil.

Já o milho apresenta bons resultados em quase todos os climas e regiões. No entanto, temperaturas excessivamente baixas podem atrasar a maturação dos grãos.

A soja adapta-se bem a temperaturas entre 20 °C e 30 °C. Além disso, a semente requer absorver metade do seu peso em água, o que ocorre com mais facilidade em torno de 30 °C.

Por fim, o trigo é uma cultura de inverno que amadurece melhor em locais frios. É importante que os solos não sejam compactados e sejam bem férteis para garantir seu bom crescimento.

Essas informações climáticas são fundamentais para os agricultores tomarem decisões adequadas e obterem bons resultados em seus cultivos.

Faça uma gestão completa para melhores resultados no agronegócio

Além da importância de um calendário que auxilia os produtores no cultivo, é importante ressaltar a necessidade de uma gestão eficiente de combustível para os equipamentos agrícolas. 

Esses equipamentos desempenham um papel crucial na produção, mas também consomem uma quantidade significativa de combustível. 

Sendo assim, ao adotar práticas de gestão de combustível, os agricultores podem reduzir custos operacionais, minimizar o impacto ambiental e aumentar a eficiência geral de suas operações. 

A CTA Smart desenvolve a melhor automação de combustível do mercado, ideal para uma gestão inteligente.

Fale com o nosso time comercial, estamos preparados para tirar as suas dúvidas.

Posts Relacionados

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento Eventos

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento

A automação na gestão de abastecimento interno representa um avanço na administração da frota. Com o sistema, a sua empresa terá maior segurança e controle do diesel utilizado […]

CONTINUE LENDO
Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade Eventos

Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade

Descubra como a tecnologia de automação pode impactar positivamente na gestão de abastecimento por caminhão comboio. 

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO