O Biodiesel no combustível é seguro?

Muitos gestores de frotas que buscam pôr em prática ações de ESG se perguntam: o Biodiesel no combustível é seguro para utilização em sua frota de caminhões?

Vale mencionar que a utilização do biocombustível é uma prática comum por parte das empresas, trazendo consigo diversos benefícios tanto para o meio ambiente quanto para a geração de melhores resultados financeiros. 

A utilização de biocombustíveis em maior escala começou durante a década de 70 aqui no Brasil, fazendo com que o país se tornasse o segundo maior produtor de biocombustíveis do mundo, tendo por exemplo como destaque o etanol produzido a partir da cana-de-açúcar.

Sendo assim, o Governo Federal optou pelo aumento da mistura de biodiesel no diesel em 12% para 2023.

A mudança dos percentuais de adição do biodiesel no óleo diesel vendido ao consumidor final no Brasil foi oficializada no dia 29/03/2023, através da Resolução nº 16 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que elenca as novas diretrizes do Governo Federal para o tema.

Com isso, ficou decidido que será ampliada de 10% para 12%, já em 2024, o percentual subirá para 13%, em 2025, atingirá 14% e, em 2026, chegará aos 15%. 

“Essa medida oferece segurança e previsibilidade ao setor, incentiva a geração de empregos e investimentos na área de biocombustíveis e contribui para a redução de importações. A decisão resgata o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel e reforça a estratégia nacional de transição energética, além de consolidar o Brasil como um dos maiores produtores de biocombustíveis no mundo”, afirmou o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, no dia em que a medida foi aprovada no CNPE, no dia 17 de março. 

Com isso, vale mencionar que o uso de biocombustível ganha cada vez mais relevância em território nacional, sendo responsável como parte importante das ações que tenham o objetivo de preservar o meio ambiente.

Leia um pouco mais sobre o uso do biocombustível no artigo que preparamos e tire as suas dúvidas. 

O uso de biodiesel no Brasil

O uso do diesel no Brasil é limitado aos veículos utilitários, dentre eles os caminhões e ônibus. Chamado de diesel comercial, o combustível é o resultado de uma mistura de diesel A (mineral, de origem fóssil) e do biodiesel (renovável, proveniente de óleos e gorduras).

Capitaneado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Biodiesel tem componentes que são compatíveis com qualquer equipamento diesel, para ser utilizado em qualquer parte do mundo. 

No estado puro, o biodiesel brasileiro é o produto com maior estabilidade que se tem conhecimento, característica fundamental para um bom combustível.

Quais os tipos de biodiesel mais utilizados no Brasil?

No Brasil, os principais tipos de biocombustíveis utilizados são os seguintes:

Etanol: Extraído a partir da cana-de-açúcar, é o principal biocombustível empregado no país, e o Brasil se destaca como um dos maiores produtores e exportadores desse recurso ao redor do globo.

Biodiesel: Obtido através de óleos vegetais ou gorduras animais, é misturado em proporções variáveis ao diesel de petróleo, e seu uso tem aumentado gradualmente no território nacional.

Biogás: Gerado através da decomposição de matéria orgânica, representa uma fonte de energia renovável que pode ser empregada na produção de eletricidade, aquecimento e como combustível para veículos.

Biocombustível de aviação: Produzido a partir de matérias-primas renováveis, como óleos vegetais, este tipo de biocombustível pode ser adotado como alternativa ao querosene de aviação.

Atualmente, o uso de biocombustíveis é amplamente difundido no Brasil, desempenhando um papel fundamental na promoção da sustentabilidade e na redução dos impactos ambientais.

Quais as vantagens de se utilizar biocombustível?

Quando falamos de uma empresa ecologicamente sustentável, o uso do biodiesel aparece como um grande trunfo, pois trata-se de um combustível renovável produzido a partir de fontes vegetais, como óleos vegetais, gorduras animais e outros recursos naturais. 

Sendo assim, com a redução da emissão de elementos que são prejudiciais para o meio ambiente, como o carbono, o uso de um combustível ecologicamente sustentável também traz outras vantagens, veja algumas delas:

Redução da poluição na atmosfera: O biodiesel ao entrar em combustão,  gera níveis relativamente baixos de poluição, o que não contribui para agravar o problema do aquecimento global.

Fonte de energia renovável: O biodiesel é considerado uma fonte de energia renovável, o que significa que ele pode ser reutilizado, reduzindo assim o impacto na natureza.

Ausência de compostos sulfurados: O biodiesel não contém compostos sulfurados, evitando a contribuição para a chuva ácida.

Redução da dependência do petróleo: Diferente do diesel que é composto por petróleo, através da utilização do biodiesel, gestores de frotas conseguem reduzir a dependência desse composto químico que por vezes tem um preço elevado.

Vale mencionar que mesmo sendo uma solução ecologicamente sustentável, o biodiesel não é totalmente isento da geração de poluentes.

O biodiesel em veículos grandes

Para caminhões e ônibus, o biodiesel não encontra restrições técnicas para motores diesel e veículos comerciais. Isso porque acaba aumentando a estabilidade do combustível à temperatura e oxidação, em função da redução da carga orgânica.

Assim, os motores ficam menos propensos a serem contaminados pelos sistemas de injeção, combustão, e pós-tratamento dos gases de escape.

A economia da bomba para o tanque

De acordo com um estudo feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), se houvesse uma redução de 50% da mistura de biodiesel ao óleo diesel comercializado no Brasil, haveria alívio imediato sobre o preço nas bombas. 

Para o transportador, porém, reduzir o preço do óleo diesel não resolve o problema de economia, já que os valores de fretes também tendem a reduzir. O que garante então que a gestão de frota consiga operar sem prejuízos?

Uma boa gestão, com controle de consumo, mensurando a média que caminhões ou ônibus fazem por litro é apenas o começo. Ter estes dados em mãos permite fazer o máximo possível para ter o retorno necessário e aproveitar melhor o diesel.

Utilize a melhor automação de combustível disponível no mercado

Por isso, lembre-se sempre de ter o controle de abastecimento com soluções inteligentes, como o CTA Smart. Você pode gerenciar seus custos e consumo, para avaliar a estratégia da sua empresa e identificar oportunidades de investimento e melhoria.

Quantas vezes os veículos de sua frota abastecem com diesel semanalmente? É preciso transformar cada um desses indicadores e quantificar os resultados. Dessa forma, será possível visualizar melhor os recursos poupados. A instalação do CTA Smart permite esse gerenciamento por veículo e motorista, em qualquer bomba que você queira instalar.

Com o CTA, você, gestor de frota, controla a quantidade de diesel dispensado em cada trajeto, visualiza informações como periodicidade e consumo, e pode transformar os dados em gráficos e tabelas para conferir seus indicadores de abastecimento. 

 

Fale com o nosso time comercial, estamos prontos para esclarecer as suas dúvidas sobre gestão de abastecimento.

Posts Relacionados

O que é agricultura 4.0? Quais os benefícios e como implementar Diesel

O que é agricultura 4.0? Quais os benefícios e como implementar

A agricultura 4.0 é uma tendência que segue em crescimento em meio ao contexto de aquecimento global e políticas de preservação ambiental. A transformação digital emerge como o […]

CONTINUE LENDO
Smart News – Boletim semanal Diesel

Smart News – Boletim semanal

Olá, leitor! Chegamos com mais uma edição do Smart News por aqui. O seu boletim semanal atualizado sobre tudo que aconteceu de mais relevante durante os dias 20  […]

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO