O Governo Federal lançou no último mês uma nova Medida Provisória que muda as questões de volume no transporte de cargas. As alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) dizem respeito à MP 1050, nas leis nº 7.408/1985 e 9.503/1997. 

Com isso, gestores de frota devem ficar atentos, e repassar as informações tanto aos clientes quanto à equipe, evitando assim, possíveis transtornos. Confira o que mudou, válido para o trânsito em território nacional:

Agora, fica permitida, na pesagem de veículos de transporte de carga a tolerância máxima de 12,5% sobre os limites de peso bruto transmitido por eixo de veículos à superfície das vias públicas.

Isso significa, que, para fins de fiscalização, veículos com peso brutal total igual ou inferior a 50 toneladas podem ter tolerância, desde que respeitem os 5% sobre os limites de peso bruto total no excesso de peso, considerando também, o eixo definido pelo fabricante.

De acordo com o governo, a MP tem o objetivo de evitar multas por falta de aferição do peso de cargas por eixo no momento do carregamento, dada a dificuldade de distribuir as cargas uniformemente pela carroceria.

Lembrando: O CTB prevê multa pelo excesso de peso nos caminhões. Acima de 1.000 kg, a infração será gravíssima, com multa de R$191,54 a cada 500 kg ou fração. Além disso, os veículos flagrados podem ficar retidos até que seja providenciada a remoção da carga excedente.

Está prevista também na MP a liberação temporária: caso algum veículo seja retido com irregularidade que não possa ser resolvida no local da infração, o veículo pode ser liberado, desde que ofereça condições de segurança para seguir circulando até seu destino. 

Informe sua equipe

A gestão de frota também envolve ficar por dentro da legislação e as possíveis mudanças na lei. Por isso, mantenha sempre a sua equipe informada para evitar infrações e maximizar a eficácia a partir de medidas que visem reduzir danos e possíveis avarias.

Excesso de carga também consome mais combustível

Apesar das flexibilizações, vale sempre lembrar que cargas menores gastam menos combustível, além de trazer mais agilidade aos veículos. A cada 100 quilos a mais de peso, o veículo consome um litro a mais em cada 100 quilômetros rodados, o que pode fazer diferença no seu orçamento de gestão.

Evite custos desnecessários e conheça a CTA Smart, que é a nossa solução, instalada em suas bombas de combustível ou caminhão comboio, garantindo segurança e precisão de dados para gestão da sua frota.

Todos os dados para a gestão do abastecimento de frotas são enviados em tempo real para o sistema e apenas pessoas autorizadas poderão liberar abastecimentos. O sistema pode ser integrado com qualquer ERP e os relatórios podem ser exportados em diferentes formatos.

marketing CTA SMART
Coo