A tecnologia RFID é citada em praticamente todos os sistemas de identificação de dados e hoje é presente nos mais diferentes tipos de segmentos. Mas você sabe o que é RFID e como ele funciona?

Primeiro, vamos ao significado em si: RFID é a sigla para Radio Frequency Identification, em português, identificação por radiofrequência. Em grosso modo, é a sigla que usamos quando queremos nos referir à frequência de rádio para capturar dados. A RFID ajuda seja armazenando um número de série, ou outras informações necessárias em um microchip.

O que ela faz?

Ajuda a identificar tags eletrônicas, emitindo sinais de radiofrequência para leitores, substituindo os códigos de barras e fazendo muito mais, já que podem ajudar a reduzir o desperdício simplificando a logística e aumentando a produtividade. O sistema é composto por dois componentes, o Transponder (instalado no objeto a ser identificado) e o Leitor (dispositivo de captura e transmissão de dados). 

O Transponder, que é como se fosse uma tag, pode estar instalado em pessoas, animais, produtos e aparelhos de diferentes segmentos. A partir da leitura, as informações são repassadas via ondas de rádio e são convertidas em informações digitais, o que permite a análise de dados.  

Como a RFID ajuda?

Quando há muita troca de informações e atualizações necessárias, a RFID dispensa o trabalho manual e pode ser lida automaticamente, ou seja, todos os dados que você precisa repassar são feitos via RFID, automatizando seus processos. 

A tecnologia é utilizada em muitos sistemas, incluindo os de nossa rotina! Com RFID você pode fazer pagamentos via smartphone, no pagamento de pedágios, estacionamentos ou paquímetros, no controle de estoque de grandes lojas, e ainda, pode substituir em breve, os códigos de barras em supermercados.

O sistema vem se transformando também no grande responsável pelo Rastreamento de Cargas. Muitas empresas implantam a RFID para localizar cargas e fretes em tempo real. 

Posso aplicar RFID na Logística de frotas?

Sim! Para controlar e fazer a logística de caminhões, por exemplo, o uso de uma etiqueta no para-brisa dos veículos pode automatizar as atividades, agilizando a identificação de cada um dos componentes, aumentando a confiabilidade, produtividade e agilidade de atividades logísticas, o que pode resultar em vantagem competitiva para as empresas.

O sistema RFID pode ser inserido em quatro zonas de segurança, todas protegidas com controle e manuseio corretos. A Zona 1 é o encriptamento de dados armazenados na tag, a Zona 2 é o Leitor, que autentica os identificadores e que também pode ter a comunicação criptografada. Já as Zonas 3 e 4 dizem respeito aos serviços e sistemas de informações, podendo ser protegidas com controle de acesso à rede.

Quais as vantagens de sistemas RFID?

Você tem mais controle na gestão do fluxo de cargas e transportes em todos os elos da cadeia, já que você obtém dados atualizados. Você rastreia, controla, monitora e pode incrementar o gerenciamento de estoque e carros, com o rastreamento em tempo real, e pode inclusive combinar a RFID com os sistemas de GPS, assim, você conhece tanto a posição da carga como dos veículos.

A RFID traz mais segurança e agilidade nos processos de movimentação em mercadorias, e ainda, pode auxiliar na gestão do abastecimento da sua frota.

Como a RFID pode ajudar nos meus custos?

A tecnologia pode ser utilizada em quase todos os processos de gestão, e isso inclui também o controle e gerenciamento do abastecimento de frotas. Com o CTA Smart, veículos, frentistas e bombas utilizam o sistema.

Por exemplo: quando seu motorista abastece em uma de suas bombas, o frentista ativa o CTA Smart com um cartão de identificação RFID, o que permite a leitura do veículo, quilometragem ou horímetro. A partir dessa leitura, o abastecimento acontece e você é informado em tempo real, podendo acessar os dados do seu computador ou smartphone de qualquer lugar. 

A leitura permite o seu controle, com a possibilidade de gerar dados como médias, estimativas, e ainda, pode gerar relatórios para a sua gestão. Conheça mais sobre o CTA Smart clicando aqui.

marketing CTA SMART
Coo