Smart News – Boletim semanal

Olá, leitor! Chegamos com mais uma edição do Smart News por aqui. O seu boletim semanal atualizado sobre tudo que aconteceu de mais relevante durante os dias 05 a  09 de fevereiro. 

Por aqui, todas as sextas-feiras, ao meio dia, reunimos os fatos mais importantes da semana dos setores de:

  • Transportes de diversos segmentos;
  • Logísticas;
  • Tecnologias;
  • Economia;
  • Agronegócio.

Fique de olho no nosso balanço semanal e tenha a informação na palma da sua mão através do nosso Instagram e Linkedin!

Smart News, a semana resumida, a informação completa.

Boa Leitura!

AGÊNCIA CANADENSE APROVA IMPORTAÇÃO DE CARNE BOVINA DE 6 NOVOS ESTADOS BRASILEIROS

A CFIA (Agência Canadense de Inspeção Alimentar) tomou essa decisão após avaliar as regiões recentemente reconhecidas pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) como zonas livres de febre aftosa sem necessidade de vacinação. A Agência Canadense de Inspeção Alimentar (CFIA) deu sinal verde para a importação de carne bovina de seis novos estados brasileiros: Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, 14 municípios do Amazonas e cinco de Mato Grosso.

 Essa decisão amplia os mercados para a carne bovina brasileira, beneficiando também Santa Catarina, que já estava autorizada para exportação, e os estados que mantêm a vacinação contra a febre aftosa. Com essa expansão, o Brasil espera aumentar as vendas para o Canadá, que importou US$ 39 milhões em carne bovina brasileira em 2023, um aumento de 18% em relação a 2022. No ano passado, o Brasil exportou um total de US$ 10,541 bilhões em carne bovina, alcançando 2,28 milhões de toneladas.

O secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Roberto Perosa, destacou que a decisão da CFIA é um momento significativo para o setor agropecuário brasileiro, evidenciando o compromisso contínuo dos pecuaristas com os rigorosos padrões sanitários.

Fonte: Globo Rural

ÚLTIMO TRIMESTRE DE 2023 TEVE CRESCIMENTO DE 17% NO VOLUME DE FRETES RODOVIÁRIOS  

De acordo com informações levantadas pela Frete.com, o crescimento foi impulsionado principalmente pela demanda por serviços de frete no setor do agronegócio, registrando um aumento de 21,4%.

No quarto trimestre de 2023, o volume de fretes rodoviários no Brasil aumentou em 17% em relação ao mesmo período de 2022, de acordo com dados fornecidos pela plataforma online de transporte de cargas, Frete.com. O setor agropecuário foi o principal responsável por impulsionar esse aumento, com um crescimento de 21,4% nos fretes durante o mesmo período.

Destacando-se entre os produtos agrícolas, a soja, o milho e os fertilizantes tiveram um desempenho notável, com aumentos significativos nas taxas de transporte. O aumento nos fretes segue as estimativas da Conab para uma safra recorde em 2023, impulsionada por um aumento na produção de grãos e condições climáticas favoráveis.

Além do setor agrícola, os setores de produtos industrializados e construção civil também foram representativos na plataforma da Frete.com. O aumento no volume de fretes ocorreu em várias regiões do país, com destaques para o Centro-Oeste, Sudeste e Mato Grosso, que apresentaram os maiores aumentos percentuais.

Fonte: Mundo Logística

TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DEVE RECEBER INVESTIMENTO DE R$ 2,5 BILHÕES EM 2024

De acordo com a Abrati, o investimento na ampliação e renovação da frota deverá ser 35% superior à média dos anos anteriores.

A Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) anunciou que as 112 empresas associadas planejam investir mais de R$ 2,5 bilhões em 2024. Esse investimento é motivado pela aprovação do novo marco regulatório para o transporte interestadual, considerado pela associação como fundamental para proporcionar a segurança jurídica necessária aos investimentos. Embora reconheça algumas imperfeições, a Abrati destaca que o novo marco contempla premissas essenciais para a melhoria da qualidade do transporte público.

A Abrati também projeta um aumento significativo nos investimentos destinados à ampliação e renovação da frota, estimando um crescimento de 35% em comparação com a média dos anos anteriores. Esses investimentos já estão em andamento, envolvendo contratos com fabricantes de chassis e carrocerias renomados. Além disso, as empresas do setor pretendem investir em tecnologia, com destaque para aplicativos voltados para o monitoramento da demanda, gestão de receitas e análise da concorrência. A expectativa também inclui um aumento de 30% nas contratações, abrangendo diversas áreas, desde motoristas e mecânicos até profissionais especializados em desenvolvimento tecnológico, comunicação e recursos humanos.

Fonte: Terra

ANFAVEA PROJETA INVESTIMENTO DE R$ 100 BILHÕES NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA 

A Anfavea, representante das montadoras no Brasil, anunciou que o setor está passando pelo maior ciclo de investimentos de sua história, impulsionado pelo novo regime automotivo anunciado no final do ano passado.

O presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite, revelou que tanto as montadoras quanto os fornecedores de peças planejam investir mais de R$ 100 bilhões até 2028 ou 2029. Esses investimentos foram motivados pelo lançamento do programa Mover, destinado a promover a fabricação de veículos mais seguros e sustentáveis, com um total de R$ 19,3 bilhões em incentivos fiscais até 2028, dos quais R$ 3,5 bilhões estão reservados apenas para este ano. Empresas como Volkswagen e General Motors aumentaram seus investimentos, com a Volkswagen expandindo seu plano de investimentos em R$ 9 bilhões e a GM anunciando R$ 7 bilhões em investimentos até 2028.

O ciclo de investimentos está sendo impulsionado por diversos fatores, como destacou o presidente da Anfavea. Entre eles estão a redução dos juros, a aprovação da reforma tributária, a estabilidade do câmbio, a demanda reprimida e a imposição de impostos sobre importações de veículos híbridos e elétricos, que incentivam a produção nacional dessas tecnologias.

Nos próximos meses, espera-se que a Stellantis, que possui marcas como Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën, também anuncie novos investimentos, o que contribuirá para impulsionar ainda mais o setor automotivo brasileiro.

Fonte: Bol

NAVEGAÇÃO RÁPIDA

Posts Relacionados

ROI da gestão de combustíveis: como a automação se traduz em economia real Gestão de Frota

ROI da gestão de combustíveis: como a automação se traduz em economia real

Descubra como calcular o ROI da gestão de combustíveis e saiba como a automação gera economia real e eficiência operacional.

CONTINUE LENDO
A importância da automação no controle de abastecimento interno de frota Gestão de Frota

A importância da automação no controle de abastecimento interno de frota

Descubra como a automação no controle de abastecimento transforma operações, reduz custos e garante eficiência na gestão de combustível.

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO