Tendências do Agronegócio para 2023, confira

O agronegócio é uma das principais atividades no Brasil e as tendências para o setor costumam sempre se destacar.

Sendo assim, o agro tem absorvido as novas tecnologias que facilitam a vida dos produtores, agregam um resultado positivo na produção e maior sustentabilidade.

Práticas sustentáveis também se destacam a cada dia, ainda mais quando mencionamos empresas e produtores alinhados com ESG, o que representa a utilização de recursos naturais com maior responsabilidade.

Sabemos da responsabilidade que grandes produtores agrícolas têm mediante ao impacto ambiental, assim como o seu papel fundamental dentro da economia, por isso, estar alinhado com as principais tendências de mercado é importante.

Confira as principais tendências para o agronegócio em 2023.

Agricultura sustentável

Quando falamos de agricultura sustentável, nos referimos a otimização de recursos que agregam um conjunto de práticas para produção eficiente mas que seja responsável.

O agronegócio cada vez mais tem a preocupação de potencializar a sua produção sem prejudicar o meio ambiente, garantindo assim uma maior segurança alimentar e preservação da natureza. 

Sendo assim, técnicas como conservação do solo com o uso de adubos orgânicos, produção de alimentos sem agrotóxicos e práticas que ajudam a manter a fauna e a flora preservados, seguem como tendências no agronegócio.

Softwares de gestão

Para conseguir otimizar técnicas agrícolas, os softwares de gestão seguem como grandes aliados para agricultores.

Quando as estratégias são planejadas com base em dados, é possível coletar informações relevantes sobre e região do plantio, armazenar e analisar grandes quantidades de dados referentes ao plantio ou até sobre o melhor momento para a gestão de abastecimento dos equipamentos da frota agrícola.

Em posse de informações sobre a melhor época para plantar de acordo com o clima, a situação do solo, entre outras coisas, os produtores podem potencializar a sua produção e até mesmo reduzir custos.

Agricultura vertical

A agricultura vertical veio para otimizar a produção verticalmente em locais com poucos espaços dentro do agronegócio.

Sabemos que nem sempre existe um espaço grande e que comporte uma grande produção horizontal, dessa forma, o conjunto de técnicas da agricultura vertical existem para que o cultivo de plantas e alimentos em grandes cidades ou pólos industriais, tudo isso através de estruturas como prédios, estufas e etc. 

Por isso, a agricultura vertical carrega diversos benefícios que vão além da economia de espaço físico, a técnica pode ser implementada com o auxílio de controle da temperatura do ambiente, permite que localidades com pouca vegetação consigam ter o cultivo de plantas e assim tornar o ambiente mais agradável.

A técnica de agricultura vertical pode ser considerada uma técnica sustentável e que segue alinhada com as boas práticas de ESG dentro do agronegócio. Incentivando assim que empresas e grandes cidades passem a reduzir poluentes e invistam em um mundo mais saudável e verde. 

Apoio de Startups, as agrotechs

As agrotechs são startups com foco na agricultura pautada em tecnologia, ou seja, elas atuam com o estudo e implementação de tecnologias de ponta dentro do agronegócio, para otimizar a eficiência e tornar a produção agrícola mais sustentável. 

Dessa forma, as agrotechs focam em práticas que incluem a utilização de drones, inteligência artificial, técnicas na identificação e controle de pragas e também são capazes de analisar e agir com base nos dados relacionados à produção agrícola.

Portanto, como grande tendência para o setor, as agrotechs ganham cada vez mais espaço e papel importante em um mundo que busca soluções sustentáveis e tecnológicas para uma agricultura que não seja agressiva ao meio ambiente.

Agricultura sustentável é a grande tendência para os próximos anos

O planeta enfrenta uma dura batalha contra o aquecimento global e por consequência, condições climáticas adversas, com isso a luta por uma agricultura sustentável se torna cada vez mais importante e necessária.

O clima em diversas regiões do mundo já não é mais o mesmo de alguns anos para cá, o que gera um impacto direto na produção de alimentos no setor agrícola, que é muito pautada em estudos de clima por épocas e estações.

Quando a coleta de informações climáticas se torna imprecisa, muitos produtores têm a sua produção prejudicada, sendo obrigados a se adaptarem e inovarem para diminuir prejuízos.

Além disso, a busca por uma alimentação saudável segue cada vez mais importante mediante ao crescimento de casos de câncer de intestino no Brasil e no mundo. 

O setor agrícola tem um grande impacto na qualidade alimentar da população, podendo ser o grande vetor do salto de qualidade de vida das pessoas, colocando assim as práticas ESG como primordiais no momento em que vivemos.

Posts Relacionados

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento Gestão de Frota

Segurança e controle: como a automação da CTA Smart contribui na Gestão de Abastecimento

A automação na gestão de abastecimento interno representa um avanço na administração da frota. Com o sistema, a sua empresa terá maior segurança e controle do diesel utilizado […]

CONTINUE LENDO
Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade Gestão de Frota

Como a Gestão de Abastecimento do Caminhão Comboio Impacta na Produtividade

Descubra como a tecnologia de automação pode impactar positivamente na gestão de abastecimento por caminhão comboio. 

CONTINUE LENDO

Inove a gestão da sua frota e começa a economizar diesel Hoje mesmo

FAÇA UM ORÇAMENTO